sábado, 15 de septiembre de 2012

Encol da Lei de Parróquias da Galiza, “Anteproyecto de Ley de Racionalización y Sostenibilidad de la Administración Local"


Desde o Partido da Partido da Terra vimos alertando com grande preocupação sobre as implicações do “Anteproyecto de Ley de Racionalización y Sostenibilidad de la Administración Local” para o futuro reconhecimento da personalidade jurídica da paróquia rural galega que, como sabem, está contemplado no Art.º 40.3 do Estatuto de Autonomia. Neste sentido, enviamos um escrito ao Parlamento da Galiza o dia 12 de agosto (pode ser consultado aqui: (http://www.partidodaterra.net/nota-aos-meios/defesa-da-paroquia/) e participamos junto com as nove entidades locais menores paroquiais galegas na manifestação estatal de 10 de setembro (http://www.partidodaterra.net/noticia/marcha-verde-sobre-madrid/).

Desde o nosso ponto de vista, não apenas está em jogo a continuidade dessas nove entidades locais menores existentes, mas a futura concretização de uma Lei de Paróquias da Galiza que poderia garantir a continuidade de uma instituição milenar que resulta instrumental para a dinamização da participação política por democracia direta e para o desenvolvimento e sobrevivência do mundo rural galego. Por isso, queremos fazer um apelo a todas as organizações que trabalham por e desde o rural para se unirem numa Plataforma em Defesa da Paróquia.

Considerando a natureza política da nossa organização e o facto de estarmos em período eleitoral, achamos que não somos em absoluto a entidade apropriada para realizar qualquer convocatória encaminhada a estabelecer uma plataforma ampla. Por isso, gostaríamos de saber se a vossa organização, junto com outras às que também nos dirigimos, teriam vontade de somar-se ao esforço de defender o reconhecimento jurídico da paróquia rural galega.

Para isso, agradecemos que considereis esta possibilidade no prazo mais breve possível comunicando a vossa resolução. Uma vez reunidos os compromissos de participação de um número adequado de entidades marcar-se-á uma reunião exploratória ou fundacional em regime de auto-convocatória.

Aguardamos notícias vossas e enviamos os nossos melhores cumprimentos.

Joám Evans Pim
Secretário Geral, Partido da Terra
http://www.partidodaterra.net
facebook.com/ptgaliza

No hay comentarios:

Publicar un comentario

Para poder comentar só pido sentido e respecto.